RSS
  • Top 20 Melhores Albums de 2012

    17. Dez. 2012, 21:12



    Meu top esse ano vai ser maior, 20 albums, esse ano tive mais tempo do que os outros, passei boa parte vagabundando na internet haha. Num geral, foi um bom ano pra mim, tive albums dos meus maiores ídolos, lançamentos fresquinhos e deliciosos, também descobri coisa nova e muito boa, nessa parte, tenho muito o que agradecer, claro que não foi um ano perfeito, sempre tem algumas coisas chatas mas com fé, a gente consegue levar tudo a diante e seguir em frente, que venha 2013.



    20º ORARita Ora

    Favoritas: Roc’ The Life, Love and War (feat. J. Cole), Falling In Love (feat. Will.I.Am), Radioactive e How We Do (Party)
    Single Favorito: R.I.P. (feat. Tinie Tempah)

    Demorei muito pra baixar esse álbum porque, confesso, estava com muita preguiça de ouvir, de uma certa forma me arrependi, o Ora não é uma obra prima mas vale muito a pena, queria ter me apegado nele por mais tempo, a mais tempo sabe, mas mesmo assim não poderia deixar ele de fora, num geral da pra curtir várias porque são vários estilos dentro do álbum, é como se a Rita tivesse se testando pra ver onde pode apostar mais no próximo álbum, é aquela coisa, ela ainda está se descobrindo e foi uma boa estreia, espero que ela cresça muito no mercado daqui pra frente. O maior destaque do álbum é as escolhas dos singles, diferente de muitos artistas por ai, ela e a gravadora escolheram muito bem.



    19º Pink Friday: Roman ReloadedNicki Minaj

    Favoritas: Whip It, Automatic, Stupid Hoe, Marilyn Monroe e Right By My Side(feat. Chris Brown)
    Single Favorito: Starships

    Nicki é divertida, exagerada em muitos pontos mas ainda sim, divertidíssima, é uma ótima representante feminina no cenário hip hop apesar desse relançamento trazer muuuuuuito pop, eletro pop, dance e tudo mais, Nicki foi super descarada e DIVIDIU na cara dura o álbum em dois gêneros, o começo do álbum até a faixa 9, é totalmente nigga, hip hop, rap e completamente sujo (hahaha) mas da faixa 10 em diante, entra a Nicki do pop, das rádios a Nicki que faz hits e olha, quantos hits com muito potencial, muita coisa desperdiçada por burrice mesmo mas né, nem tudo é perfeito, mas essa divisão me incomoda, é como se vc ouvisse dois EP’s, são praticamente dois álbuns em um só, se ela tivesse mesclado mais teria ficado melhor mas ainda sim é um bom álbum, das Nigga, destaco “Beez In the Trap (feat. 2 Chainz)” e “I Am Your Leader (feat. Cam'ron & Rick Ross)” e das pop, “Whip it”, “Automatic” e “Pound The Alarm”.



    18º The Truth About LoveP!nk

    Favoritas: Are We All We Are, Just Give Me A Reason (feat. Nate Ruess), Slut Like You, True Love (Feat. Lily Rose Cooper) e How Come You're Not Here
    Single Favorito: Try

    P!nk marcou alguns momentos da minha vida, curto ela, não sou fã mas reconheço que ela é uma artista incrível e uma bela performer. O The Truth About Love é bom, confesso que não acho ele sensacional, em alguns momentos tem músicas que me incomoda mas num geral, o álbum é bom sim, claro que o que faz ele estar no meu top é por algumas músicas que me viciaram que fizeram o álbum valer a pena, o senso de humor dela também ajuda muito a cativar as pessoas, adorei todos os feats do álbum, todos são muito bons mas “Just Give Me A Reason” com o Nate Ruess é o melhor, você sente toda a emoção sabe, a interpretação é ótima, curto muito também a divertida “Slut Like You”, AMO “Try” é com certeza uma das melhores coisas que ela já fez, tanto a música como o clipe mas o maior destaque mesmo fica logo no começo do álbum com “Are We All We Are” essa música é foda demais, ótimo cantar, gritar essa música, essa música compensa qualquer erro nesse álbum.



    17º MDNAMadonna

    Favoritas: Love Spent, Beautiful Killer, I Don’t Give A e Give Me All Your Luvin’
    Single Favorito: Girl Gone Wild

    Sou um amante do pop, respeito muito a rainha mas não sou fã, gosto de algumas antigas dela e o legado todo dela é muito lindo de se ver, não tenho paciência pra ouvir tudo e tals mas ela é uma artista que todo mundo deve respeitar, por tudo que ela fez pra música ser o que é hoje. Madonna tentou deixar o MDNA bem atual mas digamos que não teve grandes sucessos nisso, apesar do álbum ter pegado uma boa posição no meu top desse ano, não é um álbum que é ótimo como um todo, tem várias partes confusas e que parecem não encaixar com a proposta sabe, tem momentos bem agradáveis como “Girl Gone Wild”, “Gang Bang”, “I’m Addicted”, “Give Me All Your Luvin’”, “I Don’t Give A” “Masterpiece” e “Beautiful Killer” porém, o destaque mesmo é “Love Spent”, música leve, gostosa de ouvir, viciante demais, na verdade, é um dos maiores fatores pro álbum ter ficado nessa posição, essa música já vale muito, compensa certos erros que existe no MDNA.



    16º GlassheartLeona Lewis

    Favoritas: Glassheart, Fireflies, Shake You Up, Favourite Scar e Come Alive
    Single Favorito: Trouble

    Outro álbum delicioso, gosto dela mas não consigo gostar muito do primeiro álbum e o segundo, apesar de ótimo, tem umas bem descartáveis, esse apesar de ter umas meio descartáveis também, a grande maioria é maravilhosa, Leona conseguiu sair da zona de conforto e investiu em algo mais moderno, a música “Glassheart” mostra bem isso, um dubstep digno, um dos melhores desse ano, funcionaria demais como single, o álbum é cheio de faixas mid tempo e baladas, músicas como “Shake You Up”, “Favourite Scar”, “Stop the Clocks” e “Fireflies” dão um andamento ótimo pro álbum, deixa ele agradável e nada cansativo. Os destaques são essas músicas onde ela mostra uma Leona mais diferente, uma Leona que sabe arrasar nos vocais em balada mas que também coloca toda uma originalidade nas mais agitadas, como já citei, “Glassheart” é uma prova disso e “Come Alive” também, vocais fodásticos em um instrumental moderno, atual e maravilhoso, mesma coisa para “Sugar”, espero que esse álbum seja o começo de uma mudança na carreira dela, quero mais álbuns assim, onde ela mescla baladas, midtempo com as uptempo, deixando tudo bem harmônico e saindo da zona de conforto dela.



    15º Push and ShoveNo Doubt

    Favoritas: Dreaming The Same Dream, Looking Hot, Easy, Heaven e Gravity
    Single Favorito: Push And Shove

    Não sou fã deles, nunca fui, sempre gostei da Gwen e gosto de algumas músicas deles mas resolvi escutar o álbum, vi muitos comentários positivos e com razão, o álbum é muito bom, tem toda uma vibe atual, gosto de como eles se apresentam, são divertidos juntos, sem contar que a Gwen parece muito mais feliz com a banda do que em carreira solo. O First single é bom mas nada wow, funciona bem num geral mas pra mim, no quesito single, o destaque mesmo é “Push and Shove” pense em uma música FODA, é essa, tudo nela é ótimo, deveria ter hitado no mundo todo, merecia demais, o próximo single que é “Looking Hot” também é maravilhoso, ótima escolha, e o clipe, por favor, maravilhoso, digno demais. Das não-single, destaco fácil “Easy”, “Heaven”, “Gravity” e claro “Dreaming The Same Dream” que é outro ponto alto nesse álbum, nem consigo explicar o que é essa música pra mim, ela toda é digna demais, o final, a letra, a interpretação, tudo é maravilhoso demais, um vicio e um jeito ótimo de fechar o álbum, sério, essa música merece ser ouvida porque é inexplicável.



    14º WarriorKe$ha

    Favoritas: Crazy Kids, Last Goodbye, Supernatural, Only Wanna Dance With You, Warrior e Out Alive
    Single Favorito: Die Young

    Ke - $ - ha voltou, na verdade, não esperava essa volta, parece que faz tanto tempo que ela lançou o ultimo álbum mas enfim, ela voltou e não teve grandes mudanças (haha) as músicas continuam cheias de auto tune, ela continua escrevendo sobre coisas bobas mas também sobre coisas digamos, mais interessantes, mas ainda sim, teve evolução nas produções, esse álbum ficou menos amador e mais coeso, gosto do Animal mas acho ele meio infantil e perdido depois da 8 ou 9 faixa, o Warrior segue uma linha mais coesa e as produções são mais trabalhadas e as baladas ficaram legais também. Destaque pra DELICIA que é Crazy Kids, de longe a melhor coisa que ela fez no Warrior, deveria ter sido o segundo single u.u mas enfim, “Warrior”, “Die Young”, “Supernatural”, “Wonderland” e “Last Goodbye” também servem como destaque, são diferentes e ao mesmo tempo, muito Ke$ha, pra mim, são as músicas que representam melhor a evolução das produções, mas ainda sim, são divertidas como a Ke$ha, gosto dela e gosto do jeito dela, diferente, louca mas nada exagerado, seilá, acho ela divertida e não forçada.



    13º UnapologeticRihanna

    Favoritas: Love Without Tragery/Mother Mary, Loveeeeeee Song (feat. Future), Lost In Paradise, No Love Allowed e Phresh Out The Runway
    Single Favorito: Diamonds

    Essa mulher realmente não para, pqp, como pode? E o que mais me deixa intrigado é que sempre me vicia (haha) mas enfim, vamos ao que interessa, o álbum, como um todo ele é muito bom, não é um “LOUD” mas consegue ser melhor que os primeiros álbuns dela e se iguala ao “Talk That Talk”. Demorei pra gostar de “Diamonds” mas depois do live no X Factor UK não tem como não amar essa música, sofrida, linda, tudo na medida certa, assim como o álbum, alguns erros a parte, tudo vem numa medida boa, sem muitos exageros, tem farofa, tem balada, tem nigga e tem raggae, que com Rihanna combina muuuuuito bem e a polemica do álbum é o feat. com o Chris Brown, música boa, pessoa errada mas enfim né. Os destaques com certeza são o raggae “No Love Allowed”, a delicia de batida que é “Phresh Out The Runway”, as linda “Stay” e claro, “Love Without Tragery/Mother Mary” que é digna demais só foi encaixada numa forma errada no contexto do álbum, se fosse a faixa de encerramento, teria um impacto melhor mas ainda sim é maravilhosa. Unapologetic é mais um álbum da Rihanna, não é o melhor, nem o pior, fica na media e ano que vem tem mais.



    12º OverexposedMaroon 5

    Favoritas: The Man Who Never Lied, Tickets, Doin’ Dirt, Lady Killer e Fortune Teller
    Single Favorito: One More Night

    Marron 5 veio mostrando que pode ser pop mas ainda sim ser uma banda com personalidade, apesar de criticas negativas, acho esse álbum muito bom, ele todo é muito bem feito, tem várias músicas viciantes, é um álbum bem atual, trouxe uma repaginada pra banda, acho que eles estavam precisando de um álbum assim sabe, tem hora que um artista/banda precisa disso, se jogar em um álbum diferente mas mantendo a personalidade, pra poder mostrar e provar pros fãs, e até pra eles mesmos que são capazes de se reinventar sabe, é aquela coisa, assim como é chato ouvir sempre a mesma coisa, deve ser muito chato fazer sempre o mesmo som, é como se vc ficasse acomodado aquilo. O álbum é muito gostoso de ouvir, você vai ouvindo e curtindo tudo, a ordem das faixas deixa tudo aidna mais agradável, os momentos altos são logo no começo com “One More Night”, logo depois em “The Man Who Never Lied”, “Lady Killer”, “Fortune Teller”, “Sad”, “Tickets”, “Doin’ Dirt” e a linda “Beautiful Goodbye” e os pontos fracos são as do deluxe que achei cansativas e o first single que eu não curto muito, talvez o feat. Seja o motivo pra eu não gostar muito, acho super desnecessário. Num geral, é um belo álbum pra eles, uma boa mudança, algo gostoso de ouvir, de curtir e mais uma coisa, amo a arte do álbum, muito legal, o encarte é lindo também.



    11º The Midsummer StationOwl City

    Favoritas: Shooting Star, Gold, Dreams And Disasters, Speed of Love e Metropolis
    Single Favorito: Good Time (Feat. Carly Rae Jepsen)

    Quem diria que Owl City entraria no meu top esse ano hein? Confesso que sempre curti algumas músicas dele mas nunca fiquei viciado em nada dele, os trabalhos anteriores ao meu ver são muito parecidos, as músicas parecem repetitivas e mesmo ouvindo mais de uma vez, não conseguia gostar muito mas esse foi diferente, logo de cara já amei, é uma delicia de ouvir, ele ficou bem atual mas ainda da pra sentir uma vibe dele sabe, só que menos repetitiva e mais arriscada, gosto demais desse álbum, sem contar que ele escolheu muito bem o first single. Lembro de todas as vezes que ouvi esse álbum fazendo tarefas em casa, indo pro curso, enfim, marcou meu ano.



    10º KissCarly Rae Jepsen

    Favoritas: Drive, Tonight I’m Getting Over You, Your Heart Is A Muscle, Curiosity e Turn Me Up
    Single Favorito: This Kiss

    “Hey, I Just met you, and this is crazy, but here’s my number, so call me maybe? “ por favor, quem não cantou/dançou isso, não viveu em 2012 né, HINO define, não tinha como começar a falar da Carly sem citar o hino, a música é muito bobinha mas muito pegajosa e definiu 2012. Sem contar que me realizei quando fiz a dancinha com meu bff (thi <33) e ouvi essa lindesa com ele. Kiss é um álbum totalmente influenciado pelo pop dos anos 80/90 tudo muito bem feito, várias vezes me lembrou Kylie Minogue por exemplo, uma voz doce, cheia de sintetizadores deixando tudo meio robótico e divertido mas sem perder a identidade da Carly, ela é uma mulher já mas tem a aparência e o espirito de uma garota que está acima de tudo, vivendo um sonho, quem não gostaria de viver tudo isso que ela está vivendo? Ela deixou o álbum todo bem coerente e em um conceito bem legal e divertido, é uma ótima estreia e pra mim, os destaques são aquelas bobinhas, como “Drive”, “Tiny Little Bows” e “Turn Me Up” e “Curiosity” que apesar das criticas, eu AMO, essa versão do álbum é maravilhosa, a do EP é ótima também mas essa nova ficou incrível, foi uma ótima mudança, ela deixa a desejar em lives mas isso ela melhora com o tempo, se ela continuar trabalhando bem os álbuns e deixando todos coesos como esse, ela vai longe.



    09º LotusChristina Aguilera

    Favoritas: Lotus Intro, Around The World, Best of Me, Sing For Me e Army Of Me
    Single Favorito: Your Body

    Xtina nunca foi uma das minhas cantoras favoritas, passava bem longe disso, esse ano que resolvi ouvir um pouco de alguns álbuns anteriores, trabalhos muito bons mas ainda assim acho ela meio arrogante em certas ocasiões mas como estou aqui para falar da música que ela faz, vamos lá... Lotus prometeu muito, veio com um ótimo first single e em entrevistas a promessa do recomeço, fiquei com expectativas mais que positivas pro álbum e logo de cara, não tinha gostado muito mas hoje, consigo ver esse álbum de um jeito diferente e é digno de top 10. Xtina conseguiu unir farofa com baladas lindas, apesar de ter abusado dos vocais em algumas músicas, é um álbum bem delicioso, as farofas “Let There Be Love” e “Your Body” são ótimas, das baladas destaco “Just A Fool” com um estilo meio country que ficou ótima na voz dela, nada exagero demais, tudo em um conjunto que funciona perfeitamente bem, “Sing For Me” que é linda demais, “Blank Page” é outra balada linda, pura, limpa e “Best of Me” que é a minha balada favorita, um vocal ótimo, letra ótima, tudo muito bem feito, é um estilo de balada que eu adoro, que vai crescendo ao decorrer da música. Tem também aquele desabafo pros haters em “Circles” que apesar das criticas é uma faixa muito boa. Voltando as agitadas “Around the World” e “Make The World Move” funcionam maravilhosamente bem mas o principal destaque esta no começo do álbum, com “Lotus Intro” que é maravilhosa, melhor intro que já ouvi, une um excelente instrumental com vocais leves e um final impactante e logo depois vem “Army Of Me” que além de merecer ser single e ser uma Fighter 2.0, ela consegue dar uma continuidade muito boa logo depois da intro, sem contar a letra que é ótima, num geral, o álbum como um todo funciona muito bem, apesar de muitos fãs não terem gostado e o álbum andar meio flopado nos charts, ela merecia ter uma volta digna com esse álbum, uma pena que vários fatores acabam deixando a era toda bagunçada.



    08º HalcyonEllie Goulding

    Favoritas: My Blood, Halcyon, Only You, Don’t Say A Word e Hanging On
    Single Favorito: Figure 8

    Conheci mais a fundo a Ellie esse ano e nossa, ela é muito amor e me cativou ainda mais com o Halcyon que curti logo de cara, porque o Bright Lights apesar de ser um álbum muito bom, demorei pra curtir ele mais a fundo, gosto muito mas não sei, acho o Halcyon diferente, especial, seila, é como se tivesse algo em comum com ele sabe, esse álbum é muito bom, mesmo. Halcyon é como se fosse a parte triste e deprimida da Ellie, uma parte mais obscura, você sente isso nas músicas, na interpretação dela e nos clipes também, muito bons por sinal, talvez seja nessa parte que ela me pegou sabe. Halcyon é viciante, não é um álbum de hits mas ainda assim não é enjoado, é brilhante e muito inteligente. Os destaques com certeza são os arranjos de “Don’t Say A Word” e “Only You”, o HINO destruidor “My Blood” que é uma das melhores músicas que já ouvi, muito mais muito foda mesmo, merece muito ser single, tem também a linda “Halcyon”, “Figure 8” que é maravilhosa e “Anything Could Happen” que a primeira vez que eu ouvi pensei em algo feliz, depois do clipe, não consegui ouvir essa música da mesma forma.



    07º Sticks & StonesCher Lloyd

    Favoritas: With Ur Love, Grow Up, Superhero, Riot! E Dub On the Track
    Single Favorito: Want U Back

    Sei que o álbum foi lançado ano passado mas foi bem no fim de 2011 e eu não tive tempo de ouvir ele direito (e esse ano ele foi relançado e lançado no US então ta valendo haha) mas esse ano tive mais tempo e esse é um ótimo álbum e uma ótima estreia, não tem muitos riscos, Cher deixou o álbum com uma vibe muito boa, um belo debut álbum, lembro do vicio que fiquei em “With Ur Love” e “Want U Back” sem contar em “Superhero” que achei um desperdício total essa não ter sido single ): e do lançamento no US, AMO RIOT! <3 e até hoje não entendo porque ela escolheu “Oath” como single tendo RIOT! Mas vai entender né, enfim, adoro o jeito como ela mistura um vocal delicioso com o rap, além de ser uma fofa, Cher merece muito sucesso, espero ver ela bombando horrores no US e continuando bem no UK.



    06º RedTaylor Swift

    Favoritas: Red, Holy Ground, The Last Time, Starlight e Girl At Home
    Single Favorito: I Knew You Were Trouble

    Foram poucas as vezes que me peguei viciado na Taylor, o mais perto que cheguei de gostar dela foi com o Speak Now mas dessa vez foi tudo muito rápido. Red é uma delicia, Taylor fez o que muitos por ai querem fazer mas não conseguem, fazer um álbum comercial mas sem perder a essência, ela conseguiu se arriscar e sair um pouco da zona de conforto mas sem perder a identidade e originalidade dela, tanto no estilo quanto nas composições que continuam intimas. Red tem obras primas, como “Treacherous”, “The Last Time”, “I Almost Do” tem as mais pop’s como “I Knew You Were Trouble”, “22”, “We Are Never Ever Getting Back Together” e as músicas que ficaram na zona de conforto mas nada repetitivas como “Sad Beautiful Magic” “Girl At Home” , “Come Back... Be Here”, “Holy Ground” entre outras. O Red é um álbum maravilhoso, muito bem feito, muito bem pensado, que consegue agradar muita gente e mesmo assim, continuar original, Taylor é realmente uma artista completa.



    05º A Million LightsCheryl Cole

    Favoritas: Craziest Things (feat. Will.I.Am), Girl In The Mirror, Screw You (feat. Wretch 32), Last One Standing e Sexy Den A Mutha
    Single Favorito: Call My Name

    Esse sem dúvida é o MELHOR álbum da carreira da Cheryl, ele é fascinante, é um pop delicioso demais, atual mas não chega a ser apelativo, não é algo pesado, é leve, é divertido, é envolvente, você escuta as músicas e não consegue ficar parado, não consegue ficar calado, você tem que cantar junto, sem contar o vicio que esse álbum me causou. E tem mais uma coisa ótima, o uso do dubstep aqui ficou tão bem feito, “Girl In The Mirror” é uma obra prima. Destaques para “Sexy Den A Mutha”, a delicia que é “Craziest Things”, Ghetto Baby”, “All Is Fair” e assim vai. Uma pena que ela fique limitada só no UK, gostaria muito que ela hitasse no mundo, perdeu a oportunidade de fazer isso com esse álbum maravilhoso e um first single foda que é “Call My Name”. Enfim, esse álbum me rendeu um carinho especial pela Cheryl.



    04º Hello My Name Is...Bridgit Mendler

    Favoritas: City Lights, Love Will Tell Us Where To Go, 5:15, Quicksand e Forgot to Laugh
    Single Favorito: Ready Or Not

    Que surpresa foi esse álbum, Meu Deus, nem eu acreditei no vicio que ele se tornou na minha vida, simplesmente uma delicia de ouvir, um pop delicioso com uma influência de jazz, r&b, ao contrario de outros debuts de Disney star que sempre começam com pop/rock, não que eu não goste mas Bridgit já mostrou logo uma identidade, potencial, um diferencial que não é visto logo de cara nesse meio da Disney e sim, Bridgit é Disney star então sempre tem o preconceito e aquele bla bla bla de que não tem talento zzzzzZzzZzz mas que se foda o que os outros acham. Estou apaixonado por ela, confesso, muito amor mesmo. Ouvi muito e continuo ouvindo muito, vicio demais. Sem contar que adoro as letras, Bridgit compôs TODAS as músicas, coisa rara hoje em dia. De todas as letras a minha favorita é “All I See Is Gold” demorei um pouco pra entender mas quando finalmente consegui entender, fiquei bobo de como a letra é linda e tem umas referências ótimas (renateenhoo me entende haha) e aaah já ia esquecendo, outra letra LINDA é a de “Love Will Tell Us Where To Go” pra quem esta apaixonado então, é puro amor. Nesse eu destaco todas as faixas, todas são lindas, desde o começo animado com "Ready or Not" até a delicia que é "City Lights", depois quando fica mais lento em "All I See Is Gold" passando por "The Fall Song" que é perfeita pra um dia frio ou de outono, "Love Will Tell Us Where To Go" que não canso de ouvir, sem contar as divertidas "Rocks At My Window" e "Blonde", a belissima midtempo "5:15" que tem uma interpretação muito boa, a doce "Hold On For Dear Love" e ainda tem a edição Deluxe que tem as maravilhosas, "We're Dancing" que é muuuuuito boa, "Postcard" que só pela letra fofa ja vale muito e "Quicksand" que é a perfeição em forma de balada e aquele final me mata muito... enfim, ótimo álbum, pra quem ama pop, recomendo 1000x. Torço muito por ela, apesar do desempenho fraco do álbum nos charts, espero que ela melhore isso e consiga o sucesso que merece, talento ela tem, só falta uma forcinha, mais confiança no palco e pronto, vai poder ter uma carreira ótima na música, essa linda. E pra finalizar, amo demais esse álbum, ele merecia o Top 3 porém não consegui mexer no meu top 3, não dava pra tirar nada dele porque define demais esse ano pra mim mas ainda assim, "Hello My Name Is..." foi uma das melhores coisas que aconteceu pra mim nesse ano ♥



    03º Electra HeartMarina & the Diamonds

    Favoritas: Homewrecker, Bubblegum Bitch, Buy The Stars, The State of Dreaming e Starring Role
    Single Favorito: Primadonna

    Marina foi uma grande surpresa esse ano pra mim, nunca tinha ouvido nada dela mas fiquei curioso com tantas pessoas e amigos comentando sobre o “Electra Heart” e o first single “Primadonna”, fui ouvir o álbum e cai de amores, em tudo, letras, ritmos, batidas, interpretação, tudo é muito bom nesse álbum, mas fiquei curioso para saber quem era ou o que era “Electra Heart” e descobri um grupo no facebook onde explicava tudo sobre ela, fiquei impressionado e mais apaixonado pelo álbum, nunca vi algo tão conceitual. Electra heart é uma mulher, que tem seus Archetypes: Primadonna uma mulher mimada e obsecada por fama e dinheiro. Su-Barbie-A, uma dona de casa que ficou amarga pelas traições do marido. Idle Teen, uma adolescente frustrada, que ao mesmo tempo que não quer fazer nada, quer ter o mundo pra ela e por fim, Homewrecker (minha favorita) uma mulher despreocupada com o mundo, que só quer uma coisa, destruir lares. Todo esse conceito envolvido nas letras das músicas, tudo isso pra mim é mágico e muito inteligente, você pegar uma decepção amorosa e transformar em um dos melhores álbuns pop de 2012, de uma forma conceitual mas ainda assim POP, muitas cantoras deveriam ter aulas com Marina, de como deixar sua música pop comercial mas com conteúdo e não algo vazio que só fala em dinheiro, festa e etc. Os destaques são com certeza "Homewrecker" que tem uma letra fuderosa, "The State Of Dreaming" que é maravilhosa demais, "Sexy Yeah", "Lonely Heart Club", "Teen Idle" e assim vai e claro, "Buy The Stars" balada limpa, suave, simples e muito eficiente, com uma letra que é quase um poema, de verdade, linda demais. Me identifico muito com o álbum, as letras falam de coisas que eu me identifico, que me preocupam, que me fizeram chorar, sofrer, é uma delicia de álbum, todos nesse mundo deveriam ouvir esse álbum ♥



    02º StrangelandKeane

    Favoritas: Run With Me, The Boys, Black Rain, Day Will Come e Strangeland
    Single Favorito: Disconnected

    Lindos <3 Keane é pra mim a melhor banda atualmente, em todos os aspectos, sou fã assumido e eles só me ganharam ainda mais com esse álbum lindo, ficou muito bem feito, muito bem trabalhado, nos detalhes e tudo mais. Ao longo desse ano esse álbum me acompanhou em momentos mais alegres, momentos mais tristes, me fez chorar algumas vezes e refletir com as letras lindas, esse é o melhor álbum deles com certeza, ele tem um pouco de cada álbum anterior, tem a alma e baladas do “Hopes and Fears”, as letras tristes e profundas do “Under The Iron Sea” e a diversidade e ritmos do “Perfect Symmetry”. Os destaques são muitos desde a melancolia em “The Starting Line”, “Black Rain”, “Sea Fog” e “Strangeland” até as mais animadas como “Day Will Come, “Run With Me” e “The Boys” e aquelas que eu me pergunto, como ficaram tão perfeitas, como “Desconnected”, “On The Road” e assim vai, só tem uma música que eu pulo, mas é só as vezes, porque num geral, o álbum vem num contexto que você ouve e não cansa. E a videografia dessa era ficou muito linda, todos os clipes são ótimos demais e as escolhas de single também.



    01º The Spirit IndestructibleNelly Furtado

    Favoritas: Bucket List, Believers (Arab Spring), Enemy, Hold Up e High Life
    Single Favorito: Spirit Indestructible e Parking Lot

    Nada nesse ano se compara a esse álbum, ele é simplesmente o melhor álbum da carreira da Nelly. Acompanhei ele desde o comecinho então me sinto intimo dele, como se eu tivesse participado de todo o processo. Quando vazou tive o prazer de ouvir ele com meu bff (thiagumb). Cada música desse álbum é muito especial pra mim, tudo nele faz eu amar a Nelly ainda mais, principalmente o fato dela ter mantido a identidade e não ter feito nada comercial pra salvar o álbum depois do flop que Big Hoops foi, o álbum também flopou em charts maaas aqui qualidade é o que importa. Existem vários destaques no TSI, desde os singles “Spirit Indestructible” que tem uma letra linda, “Big Hoops (Bigger The Better)” é uma das coisas mais descontraídas e fodas que a Nelly já fez e “Parking Lot” que é uma volta no tempo, uma nostalgia pura com batidão delicioso. Das não singles, destaques para “Bucket List” que é a lista de coisas há fazer antes de morrer, algo meio clichê mas que é com certeza uma das melhores letras dela e do TSI sem contar a simplicidade da música que só cresce em você com o tempo. “Believers (Arab Spring)” que vem numa pegada pop/rock que eu gostaria muito que a Nelly investisse em algum álbum futuro e a letra é um desabafo ao mundo, as pessoas que esquecem sua fé e crença quando o próximo mais precisa, situação que eu me identifico, aquele momento em que todos aquele que diziam estar do seu lado, somem.. “High Life” que tem toda a alma da mensagem do TSI, sem contar os versos do Ace Primo que são fodas e só entendendo a música pra entender o porque desse vocal (risos) e os chicotes que combinam muito com a música e o clichê do LaLaLaLa... Tem “Something” com o Nas que me lembra “Afraid” do Loose, “Miracles” e “The Most Beautiful Thing” que são com certeza as músicas mais espirituais do álbum, e logo vem uma intro linda para “Waiting For The Night” que é clichê porém funciona muito bem como a mais pop/dance do álbum. “Circles” me lembra Michael Jackson, outra num estilo meio dance retro, muito gostosa por sinal. “Enemy” é um grande destaque, as batidas, o tambor, a letra que fala sobre nós sermos os nossos próprios inimigos, com certeza muita gente se identifica com essa situação, com certeza é uma das letras da qual eu mais me identifico, o final então, me mata. Depois vem o Deluxe, recheado de novas músicas, quase outro álbum (risos), destaque pra sensualidade e agressividade de “Hold Up” que é uma das melhores músicas da Nelly, repetitiva e deliciosa demais, amo ao extremo. O raggae super bem feito de “Don’t Leave Me”, a balada do álbum “End of the World”, a crise amorosa cheia de dúvidas em “End Game” que me identifico muito também, o violão e clima praiano de “Be Ok” a calma e linda “Thoughts” porém ainda prefiro o remix do Tiesto. Uma Nelly muito, mais muito sensual em “Play”, “Skylight” que é uma verdadeira música pop, a divertida “Soak it Up” e a linda “Cry”. Esse álbum veio do jeito que ela tinha dito, uma mistura de tudo que ela já fez, é notável a descontração e mistura de hip hop com pop que tem no Whoa, Nelly!, a intimidade e espiritualidade que tem no Folklore, a variedade de batidas e a criatividade diversa que tem no Loose e o amor e a alegria que tem no Mi Plan. “The Spirit Indestructible” pode ter passado despercebido por muitas pessoas mas pra mim é a melhor coisa que a Nelly poderia ter feito.
  • The best albums of 2011

    12. Dez. 2011, 23:53



    Bom, esse é meu top 15 dos melhores álbuns desse ano, não foi um ano muito fácil pra mim não, foi bem difícil pra falar a verdade, mas esses álbuns, esses artistas me fizeram esquecer alguns dos problemas, superar, me distrair, enfim, foram um belo refugio de muitas situações, música é realmente algo maravilhoso, por isso quis fazer esse post, pra poder falar melhor sobre cada álbum especial desse ano, pra mim



    15º - Born This WayLady Gaga

    Favoritas: Bloody Mary, Marry The Night e Scheiße

    Lembro da GaGa do começo e vendo essa GaGa de agora me dá um pouco de medo, muitas diferenças, mas a mão boa pra música continua a mesma, Born This Way é bem feito, está sendo bem trabalhado por ela no quesito single, apesar de clipes confusos que algumas vezes nem os seus fãs entendem LOL, lançar vários singles de um álbum é o que todos os fãs querem para o seu ídolo né, e as escolhas estão boas, mas ainda quero Bloody Mary como single u.u enfim, não concordo muito com a maneira que ela divulga o trabalho dela, em algumas performances e tals mas são músicas ótimas e ela ama o que faz, se esforça e é uma artista de respeito pelas causas que luta e pelo amor que tem pelos fãs.



    14º Cinderella's EyesNicola Roberts

    Favoritas: Porcelain Heart, Cinderella’s Eyes e Beat of My Drum

    Juro que não dava nada pra esse álbum, sempre achei a Nicola meio estranha, não sei explicar o porque mas achava, porém ela mostrou bem o que ela quer pra carreira dela, músicas ótimas, que com certeza anima qualquer um, o vocal dela também é agradável, e chama muito a atenção em Porcelain Heart, ouvi muito ele principalmente no meu celular, porque olha fazer tarefas ouvindo esse álbum é muito bom.



    13º CeremonialsFlorence + the Machine

    Favoritas: What The Water Gave Me, Spectrum e No Light, No Light

    Conheci a Florence por curiosidade de tanto ver o Thiago (bff) falar dela, ouvi o Lungs e me surpreendi com o que eu ouvi, ai esse ano veio o Ceremonials, um álbum obscuro, diferente do Lungs em alguns aspectos mas ótimo de ouvir, da vontade de cantar junto em todas, pena que não é fácil conseguir alcançar as notas que Florence consegue, vocal impecável, de dar orgulho, além de ser linda demais. O Ceremonials não é tão perfeito quanto o Lungs, mas não fica muito atrás, ainda mais com a perfeita What The Water Gave Me.



    12º Femme FataleBritney Spears

    Favoritas: He About to Lose Me, Criminal e Up N’ Down

    Britney, sempre fazendo o histórico come back, e dessa vez repleto de efeitos e eletro pop massivo, o que não foi uma má escolha, Britney se deu bem nesse estilo, músicas fodas demais pra pista de dança, pra curtir e se divertir, mas confesso que gamei justo nas mais diferentes. Não concordo com a forma que ela faz os shows, na maioria das vezes com um ar de desanimo, parece estar cansada, não é sempre mas o que parece é que sempre tem algo ou alguém incomodando ela, talvez o fato de usar playback, enfim, mas é Britney né, e não tem como não se pegar cantarolando as faixas do Femme Fatale.



    11º SiberiaLights

    Favoritas: Flux And Flow, Fourth Dimension e Peace Sign

    Mais um álbum que ouvi depois de ver o Thiago falar tanto lol, nunca tinha ouvido falar nela, o que é uma pena porque com um álbum desses todo mundo deveria saber quem é LIGHTS, vocal agradável, músicas viciantes, tem uma vibe que você não consegue ficar parado, você escuta, se mexe e canta todas junto com ela, principalmente Flux and Flow, se você não quer ouvir o álbum todo, escute pelo menos essa, é muito foda, não tem como ficar calado nessa, muito foda, enfim LIGHTS é meio que a versão feminina de Owl City em uma forma menos repetitiva e enjoada LOL, não que Owl City seja ruim, ele é bom mas previsível.



    10º Mylo Xyloto - Coldplay

    Favoritas: Every Teardrop Is a Waterfall, Princess of China (Feat. Rihanna) e Don't Let It Break Your Heart

    Eles fazem um estilo de som que eu gosto bastante, mas nunca foram uma banda que me chamou muita atenção, mas esse álbum ficou muito melhor que os outros, nenhum dos álbuns anteriores me fez viciar neles como esse álbum, Mylo Xyloto tem intros legais, baladas ótimas, Chris sempre ótimo nos vocais, um feat. Inusitado com dona Riri que foi com certeza uma das maiores surpresas, e muito boa por sinal, e uma sonoridade mais agradável e rápida de viciar, mas sem perder qualidade por isso.



    09º StrongerKelly Clarkson

    Favoritas: Hello, What Doesn't Kill You (Stronger) e Einstein

    Kelly sempre esteve presente na minha vida, desde o começo da carreira que escuto as músicas dela, uma pena ver o que ela passou com a gravadora dela, mas finalmente o álbum novo saiu e confesso que demorei pra me acostumar com ele, mas quando consegui virou vicio, álbum com uma sonoridade agradável, pop rock com pegadas pop, baladas lindas, e super a ver com ela e com a personalidade dela, provavelmente é o álbum que mais tem a ver com ela, como artista e pessoa. Provavelmente o melhor desse álbum e poder ouvir e cantar junto, claro que não chego nem raspando no potencial que ela tem, mas a sensação de cantar as músicas do Stronger é muito boa, é uma sensação de colocar tantas coisas pra fora, de cantar coisas que gostaria de gritar por ai, enfim, Kelly fez um álbum incrível, assim como o talento dela.



    08º Young Foolish HappyPixie Lott

    Favoritas: What Do You Take Me For (feat. Pusha T), The Thing I love e Bright Lights (Good Life) Part. II

    Sempre tive uma certa preguiça de ouvir Pixie, ai ouvi o Turn it Up e não me arrependi, mas na primeira vez que ouvi o Young Foolish Happy fiquei com sono, achei cansativo, então resolvi me apegar primeiro a versão Standart e depois ao Deluxe e deu certo, o álbum é bem interessante, bom de ouvir, se prestar atenção você vai curtir cada música, cada letra e perceber o belo vocal que Pixie tem, uma pena ela não saber mesclar tão bem as farofas com as outras músicas do álbum, na minha opinião, ela deveria fazer mais músicas como What Do You Take Me For, comercial mas que não pesa tanto nas criticas como All About Tonight, Pixie precisa ainda encontrar uma forma de fazer a música dela ser comercial e fácil das pessoas gostarem logo de cara, sem deixar de lado a essência que ela ama, mas enfim, o álbum acabou virando uma surpresa, não achei que iria gostar tanto assim dele, uma pena que esta flopando por ai =/



    07º Who You AreJessie J

    Favoritas: Who’s Laughing Now, Who You Are e Rainbow

    Jessie é com certeza a melhor revelação desse ano PARA MIM, como ela consegue ser linda, talentosa, fofa, divertida tudo ao mesmo tempo? Ela só não é muito esperta quando o assunto é divulgação mas eu perdôo ela por ter feito um álbum tão foda como esse, o vocal dela é um show a parte né, impressionante e o Who you Are é repleto de coisa boa, músicas lindas como Who you Are, músicas com batidas mais “Rihanna” como Do It like A Dude ou algo mais divertido como Who’s Laughing Now, sem contar a videografia dela que é muito boa, pra mim o melhor dela é o clipe de Who’s Laughing Now, descreve muito bem a música e ela como sempre, interpreta a música muito bem. Sem contar as letras que são ótimas também, destaque sempre para Who You Are, Nobody’s Perfect e Rainbow.



    06º Talk That TalkRihanna

    Favoritas: Where Have You Been, Drunk On Love e Talk That Talk (feat. Jay-Z)

    Riri *-* mais um álbum, meu Deus ela não para mesmo, o mais legal é ver como ela consegue renovar tudo a cada era, tudo muda, principalmente o cabelo LOL. Rih conseguiu fazer um álbum mesclado, com músicas que lembram tudo de bom que ela já fez, como Do Ya thang que me lembra o Good Girl Gone Bad, Talk That Talk que me lembra o Rated R, não só essa mas Farewall, Drunk on Love e Roc Me Out também, e You da One, Where Have you Been que tem uma vibe meio Loud, e mesmo assim ela consegue se renovar e fazer quem escuta essas músicas lembrar das outras eras, mas de uma forma renovada e até melhorada, mas o Talk That Talk não conseguiu superar o Rated R para mim, mas chegou muito perto. E se eu visse ela daria a dica pra ela dar uma mega pausa agora, descansar, vi um live dela no jingle Ball desse ano e fiquei triste, ela esta totalmente cansada, vocal fraco, percebe-se que ela precisa de FÉRIAS mas não porque a imagem esta saturada e todas essas bobagens que haters dizem, mas pra ela descansar mesmo e cuidar da voz dela, do corpo e da alma, descansar deveria fazer parte dos planos dela pro ano que vem.



    05º Killer LoveNicole Scherzinger

    Favoritas: Right There, Don’t Hold Your Breath, Power’s Out (Feat. Sting), Wet e Tomorrow Never Dies

    Nicooooooole, sempre gostei do Pussycat Dolls e levei um susto quando ouvi o Killer Love pela primeira vez, é um álbum diferente, menos pegajoso , mas não deixa de ser viciante conforme você vai ouvindo, Right There me chamou muito a atenção logo de cara, me lembrou Rihanna e Nelly, até pelo vocal, depois foi Don’t Hold Your Breath, Power’s Out e tantas outras que fui viciando, sem contar que agora no fim do ano saiu mais algumas faixas de uma versão nova do álbum, que estão tão fodas quanto as outras, mega destaque pra Tomorrow Never Dies que tem uma vibe super Teenage Dream da Katy Perry <3 o Killer Love é muito bom mesmo, uma pena que ela não faça o sucesso que merece, deve ser alguma macumba, porque ela canta bem, dança muito, tem músicas boas e não cansa nunca de tentar, enquanto tanta porcaria por ai faz sucesso pelo Mundo, mas enfim, Nicole pode continuar nessa vibe do killer Love que está ótimo demais.



    04º Vices & VirtuesPanic! at the Disco

    Favoritas: Oh Glory (demo), Let’s Kill Tonight, The Balllad of Mona Lisa, Memories e Ready to Go (Get Me Out of My Mind)

    Lembro do panic! Desde o primeiro álbum, sempre curti as músicas deles, sem contar o jeito super divertido deles de fazer os clipes, e o vocalista (Brendon) fiquei impressionado demais com o Vices & Virtues, ouvi o primeiro single The Ballad of Mona Lisa na tv e fui baixar e quando vi o álbum tinha vazado e fiquei surpreso de como o álbum estava ótimo, mas é muito bom mesmo, em tudo, letras, ritmo, e as bônus também, principalmente Oh Glory, vicio eterno nessa música, antes de vir os próximos álbuns dessa lista, achei que este seria o melhor desse ano, foi muito bom todas as vezes que fui pra tantos lugares ouvindo SÓ o Vices & Virtues, sem contar que cantar Let’s Kill Tonight da uma sensação inexplicável.



    03º Goodbye LullabyAvril Lavigne

    Favoritas: Everybody Hurts, I Love You, Darlin, 4 Real e Not Enough

    Ja tinha perdido as esperanças nela, sério, desde 2006 sem nada novo, achei que ela tinha desistido de vez de tudo, mas ela continuou na briga com a gravadora e lançou o Goodbye Lullaby, cheio de sentimento e algumas canções forçadas pela sua gravadora. Um álbum super sentimental, que mostra bem tudo que ela passou nesses últimos anos, não só nas letras mas na sonoridade também, falando sobre sofrer, amores que não dão certo e despedidas, mas sua gravadora lógico, empurrou algo como What the Hell, que é a coisa mais sem noção dentro do Goodbye Lullaby, até Smile que não é tão coerente com a proposta do álbum é melhor que essa, principalmente depois do clipe que deu até um sentido diferente pra música, mas não supera a simplicidade e sinceridade do clipe de Wish you Were Here, esse sim mostra tudo que ela quer passar atravez desse álbum que foi um grande passo na carreira dela, sem contar que esse álbum me ajudou muito esse ano, em vários momentos me identifiquei com várias músicas dele, com as letras, as músicas também me ajudaram a liberar e escrever pra poder desabafar um pouco e tirar um peso de mim, então o Goodbye Lullaby não poderia ficar de fora do meu Top 3 porque fez muito por mim esse ano e fez parte de vários e vários dias, tardes, enfim, momentos meus nesse ano, então, Obrigado Avril.



    02º UnbrokenDemi Lovato

    Favoritas: Give Your Heart A Break, Unbroken, Fix A Heart, For The Love of A Daughter e All Night Long (Feat. Missy Elliott & Timbaland)

    Prestei muita atenção nela esse ano, antes do Unbroken ouvi mais os álbuns anteriores e fui amando cada música a cada dia que passava, mas não esperava pop rock pra esse álbum novo, porque já tinha ouvido ela falar que queria algo mais pop, R&B pro próximo álbum, então estava preparado pra mudanças e enfim veio o Unbroken, que não me decepcionou, veio do jeito que eu esperava, ok que ele não agradou muitos fãs mas não deixaria de ouvir ele só porque os outros não gostaram (sim, eu ouvi isso de várias pessoas mas enfim, são pessoas que não fazem diferença pra mim lol) voltando ao álbum, foi bem produzido, apesar da Demi ter composto poucas das faixas você percebe a energia, amor e dedicação dela em cada faixa, claro que os destaques são as baladas, como Lightweight que é com certeza o melhor desempenho vocal dela, Fix A Heart que poderia ter sido single fácil hein, Skyscraper que é foda, For The Love of A Daughter que é de se emocionar, enfim, alguns não viram a Demi no Unbroken, mas a melhor coisa é perceber que essa é uma nova Demi que quer ser vista por todos, uma Demi renovada, forte, feliz e claro, versátil, afinal ela conseguiu se adaptar a novos ritmos de uma forma espetacular, porque talento é isso.



    01º When the Sun Goes DownSelena Gomez & the Scene
    Favoritas: Love You Like A Love Song, My Dilemma, Hit The Lights, Midlle of Nowhere e Bang Bang Bang

    The Scene ♥ meo, é inexplicável o amor que sinto pela bolachuda e pelo The Scene, acho que só o thiago (bff) me entende. 3º álbum e ela não conseguiu me decepcionar, faixas muito bem produzidas, muito bem feitas, letras ótimas, divertidas, com uma vibe que é super a cara dela e da banda, sem contar que pela primeira vez o Joey (baixista) escreveu pro álbum e logo a faixa titulo do álbum. Bom, não da pra fazer poucos destaques, porque está tudo muito bom, Love You Like A Love Song e puro vicio, Bang Bang Bang a mesma coisa, Who Says super fofa e a cara da Selena, We Own The Night ficou ótima, o vocal da Sel casou super bem com o da Pixie, Hit The Lights que além da vibe fodona que tem, a letra também é ótima e uma boa escolha de single só faltava divulgar, Whiplash que deixou um ar sexy mas não vulgar, When The Sun Góes Down que é puro amor, lembra muito músicas mais antigas, foi bem produzida e passa uma vibe divertida e alegre que tem muito a ver com todos eles, My Dilemma que é meu xodó sempre, quem nunca viveu o dilema que ela descreve na música? , That’s More Like It que lembra Summer’s not Hot do A Year Without Rain, música bobinha, divertida que você vai sempre ouvir e cantar junto, Outlaw com uma vibe mais misteriosa, com o instrumental muito bem feito uma pena ter ficado de fora da tour, Middle Of Nowhere que é muito foda, em tudo, letra, ritmo, vocal, e o arranjo da tour também ficou ótimo demais, cantar Middle of Nowhere da uma sensação nostálgica e de poder ao mesmo tempo, difícil de explicar essa parte mas enfim, e o álbum termina com Dices, versão em espanhol de Who Says que não ficou melhor que a original mas ficou boa também. O When the Sun Góes Down é o melhor álbum desse ano pra mim porque ele tem tudo isso ai, faixas que eu me identifico, faixas que fizeram parte de todos os meus dias, de vários momentos meus, faixas que eu não canso de cantar, de ouvir, músicas que as pessoas escutam e lembram de mim, enfim, esse álbum fez eu amar ainda mais Selena Gomez & The Scene.
  • Os Melhores de 2010 (:

    10. Dez. 2010, 0:49


    Esse ano foi realmente um ano incrível, desde amizades, até o show da Minha Nelly <3 e as descobertas de músicas e artistas incríveis, novos amores na minha vida *-* por isso, fiz questão de montar meu Top 15 dos álbuns que eu mais gostei, dos que mais me empolgaram, que mais me emocionaram e que fizeram desse ano, um ótimo ano na música.


    15º Streets of Gold - 3OH!3



    Nunca fui muito com a cara deles, mas depois de ouvir o first single desse álbum, resolvi dar uma atenção melhor e amei o álbum, produção muito boa, músicas que animam qualquer um, ótimo pra ouvir numa festa ou quando você só quer se divertir. Minhas favoritas são R.I.P., My First Kiss e Double Vision.

    14º Crazy Love Hollywood Edition - Michael Bublé


    Um cantor extremamente talentoso, uma voz inesquecível, um jeito todo divertido mais com classe de fazer música, esse é o Michael Bublé, adoro ele e aprendi a admirar os seus trabalhos, e mesmo em um relançamento ele consegue fazer coisa boa, álbum impecável, desde as faixas do Crazy love do ano passado até as inéditas. Minhas favoritas: Hollywood, Haven't Met You Yet e Some Kind Of Wonderful.

    13º Cannibal - Ke$ha


    Ke$ha com seu jeito toda doida, bebada, conseguiu acertar dessa vez, ao contrário do Animal, esse EP consegue te segurar até o fim e te animar, sempre ótimo pra ouvir em uma festa claro, e confesso que vicio mais por causa do meu irmão HSUAHSU. Minhas favoritas: Cannibal, Sleazy e Blow.

    12º Messy Little Raindrops - Cheryl Cole


    Tive muita curiosidade pra ouvir esse álbum depois que um amigo disse que amou ele, e realmente esse álbum apaixona qualquer um, ótimo, produção incrível e nem se compara ao álbum anterior, Cheryl conseguiu se superar e fazer um álbum extremamente incrível. Minhas Favoritas: Promise This, Amnesia e Everyone.

    11º Body Talk - Robyn


    Confesso que tinha um certo preconceito com ela, sim, eu sei que isso é ridículo, não me sinto feliz por isso, mas deixei isso de lado e baixei na hora que um grande amigo (Wallas \o/) disse que era ótimo, e como ele sempre acerta, eu AMEI, ela consegue deixar o vocal dela agradável, em um ritmo e estilo muito bom, esse álbum é contagiante e ainda tem uma das músicas mais fodas que eu ouvi esse ano. Minhas favoritas: Dancing On My Own, Indestructible e Fembot.

    10º Sale El Sol - Shakira


    Amo espanhol e pra mim a Shakira é realmente a rainha latina, essa mulher é uma máquina, porque né haha, ela é incrível, cantando e dançando, o álbum mal saiu e já tem um HIT, Waka Waka rs, álbum cheio de origens latinas, Shakira deixou de lado a americana e deixou a latina de verdade sair de dentro dela novamente e de um jeito que faz todo mundo se apaixonar pelo álbum. Minhas Favoritas: Devoción, Rabiosa e Gordita.

    9º Fight Or Flight - Emily Osment


    Emily Osment, todo mundo lembra da Lily e da Hannah né, pois é, a Emily mostrou que é muito mais que isso, ela realmente tem talento pra música, escreve suas próprias músicas, faz ao vivo e é super simpática e conseguiu me ganhar com esse álbum, que tem uma música muito especial pra mim You get Me Through *-* Minhas Favoritas: You get me Through, Let's be Friends e Lovesick

    8º The Best of Nelly Furtado - Nelly Furtado


    Nelly, aaaaaaaah minha Nelly linda que eu tanto amo, essa mulher é uma das coisas mais importantes da minha vida, amo demais, e esse Best Of mostra as várias Nelly's que ela já foi, porque pra ela é assim, ser o mesmo sempre cansa, ela quis mudar e mudou muito, mas nunca perdeu o mais importante, o talento, o carisma e o amor pelos fãs, mesmo eu tendo quase tudo desse Best of, ele me ganha nas inéditas que são de arrasar. Minhas favoritas: Girlfriend In This City, Stars e Night Is Young.

    7º Teenage Dream - Katy Perry


    Sim, essa mulher é um sonho, não por ser apenas uma gostosa no algodão doce, mas sim por várias outras coisas, carisma, talento e o chantilly que ela solta dos peitões O.O HSUAHSUAHSUA Katy deixa a desejar nos vocais ao vivo, maaaaas o álbum é tão foda, te leva realmente pro céu, faz você sonhar com várias coisas, músicas ótimas pra dançar, cantar junto ou apenas curtir deitado na cama com fones de ouvido. Minhas Favoritas: E.T. , California Gurls e Last Friday Night (T.G.I.F.).

    6º Aphrodite - Kylie Minogue


    Aphrodite, sim, ela é mesmo uma Aphrodite, álbum ótimo demais, puro pop UK que faz qualquer esqueleto balançar, letras super legais e divertidas e um agudo que da ódio de tão perfeito hahaha, e o melhor ela faz isso ao vivo *-* e como um amigo meu disse, um álbum perfeito mesmo sem baladinhas. Minhas favoritas: Get Outta My Way, Too Much e Illusion.

    5º A Year Without Rain - Selena Gomez & The Scene


    Sel *-* AMO essa garota, o talento que ela tem é incrível e ela consegue colocar isso em evidência nos seus trabalhos, A Year Without Rain vem com uma pegada mais dance que o álbum anterior, as letras são super legais, não falam apenas de amor mais de coisas positivas da vida, como acreditar em você mesmo, viver o agora e seguir sua intuição, outro destaque é o THE SCENE *-* mesmo muita gente criticando a Sel por colocar o nome da banda, eu acho super legal, os caras são ótimos também e com certeza tem orgulho de ver o quanto eles estão evoluindo nos seus trabalhos, e GUSTAVO (meu irmão) Obrigado por gostar dela e me fazer viciar nela haha <3 Minhas favoritas: A Year Without Rain, Spotlight e Off the Chain.

    4º Night Train - Keane


    AMO DEMAIS essa banda, esse EP é totalmente diferente dos trabalhos anteriores, até ouvimos outra voz na faixa "Your Love" haha, esse EP é meio difícil de entender, porque ele é muito diferente do keane do começo da carreira, um keane que eu realmente aprendi a amar, por causa de um amigo, né Wallas haha, EP sensacional, encantador mesmo, ouvir ele com atenção a tudo, vocal, arranjos e letra faz você pensar: porque eu não ouvi isso antes hein. Minhas favoritas: Your Love, Stop for a Minute e Clear Skies.

    3º Can't Be Tamed - Miley Cyrus


    Chegou, ela a ave Cyrus haha, impressionante como você vai amando esse álbum a cada dia que você ouve ele, as letras são totalmente sobre AMOR, mas algumas vem no contexto do nome do álbum (Can't be tamed = Não posso ser domada) Liberty Walk, Robot são assim, falam de uma Miley que quer realmente se libertar da Hannan Montana e quer mostrar do que ela é realmente capaz, ela não é só a hannah, não é uma garota querendo pagar de gostosa, ela é uma garota crescendo, virando mulher e mostrando até onde seu talento vai, sem contar que ela conseguiu fazer eu entender ela e amar ela muito. Minhas favoritas: Liberty Walk, Who owns My Heart e Stay.

    2º Loud - Rihanna


    LOUD, sim a Rih voltou a ser aquela garota sexy, provocante que todo mundo deseja, deixou o DARK de lado e ficou toda no vermelho haha, sou fã dessa mulher, por tudo que ela fez e faz, tem coragem de fazer e mostrar o quanto ela é talentosa, divertida e muito mais, Loud é aquele álbum que você ouve e pensa: ué, cade o eletro pop de only Girl? pois é, estávamos tão acostumados com o eletro pop que colocaram na nossa cabeça que esquecemos o que é o pop de verdade, mas a Rih trouxe isso de volta no LOUD, vários ritmos e jeitos diferentes de produzir a música pop, com uma pegada toda animada e safada que só ela tem. Minhas favoritas: What's My Name, Man Down e Complicated.

    1º Carpe Diem - Belinda


    Carpe Diem, uma filosofia que quer dizer Viva o agora, como se não houvesse o amanhã. Sim, viva agora, cada momento especial que você pode viver, e viva eles ouvindo Belinda. Nunca fui muito fã de espanhol, mas a Belinda realmente fez eu aprender a amar esse idioma e me fez amar ela, essa menina tem um talento incrível, ela é inteligente, escreve suas músicas, participa de tudo no se trabalho e ama muito seus fãs, o Carpe Diem é um álbum POP, com elementos mais eletrônicos que o álbum anterior, com letras que falam sobre perder o preconceito, que o amor não tem regras, que não devemos ser egoístas, cada um sabe a dopamina que pode te reanimar, sempre procuramos culpados por nossos sentimentos, que as lolitas são irresistíveis haha, que jamais conseguimos esquecer daqueles que nos ama mesmo que eles já não estejam mais entre nós, todo mundo quer um amor que se torne sua religião e não consegue viver sem ele, que jamais esquecemos do nosso primeiro amor, que as vezes temos uma maldita sorte de perder aquele que significa tudo pra gente, e que pode ser difícil esquecer aquele que você ama de verdade que não sai da sua pele, e por último mas muito importante, porque o homem rejeita a natureza, porque não cuida da beleza mais divina que temos, o Planeta Terra, o que fazer sem ele, nós falhamos com ele mas ainda da tempo de recuperar isso, certo? CARPE DIEM, escute e você vai ver o quanto esse álbum e a Belinda são perfeitos *-*



    É isso, esses álbuns são um resumo do meu ano de 2010, que foi ótimo, conheci muita coisa, aprendi muita coisa, conheci muitas pessoas, e agradeço sempre por existir música na minha vida e por existir amigos tão especiais, acho que não preciso citar nomes, pois cada um deles sabe que moram no meu coração <3